Saltar a navegação

Notícias

9 de maio: Celebrar a Europa

A Declaração Schuman foi apresentada pelo Ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Robert Schuman, a 9 de maio de 1950. Tratava-se de uma proposta de criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA) com o objetivo de estabelecer um mercado comum do carvão e do aço entre os países fundadores: França, República Federal da Alemanha, Itália, Países Baixos, Bélgica e Luxemburgo e foi essa a primeira instituição a envolver vários países que mais tarde viria a dar origem à União Europeia (UE).

Desde aí que, na União Europeia, todos os anos, a 9 de maio é festejado o Dia da Europa, numa celebração de paz e unidade em prol dos valores europeus.

Este ano, o 9 de maio torna-se ainda mais importante uma vez que também se assinalam os 60 anos da assinatura dos Tratados de Roma.

No último Eurobarómetro do Parlamento Europeu, confirmava-se que há cada vez mais apoio dos cidadãos a serem membros da UE; uma grande maioria prefere uma resposta europeia aos desafios globais em vez de ações nacionais; a maior parte dos cidadãos espera que a UE seja mais firme na luta contra o terrorismo, desemprego, ambiente e fraudes fiscais.

É neste sentido que temos como dever continuar a divulgar e apoiar as oportunidades que são disponibilizadas pela UE, especialmente no que aos jovens diz respeito. São eles a geração que vai garantir que os direitos conquistados a nível europeia se mantém nas próximas décadas.