Saltar a navegação

Notícias

Famalicão é o ponto de partida do ANIMA 2018

Foi na presença de mais de 200 jovens que participamos no arranque do ANIMA 2018, o Encontro Internacional de Animação Sociocultural. A conferência e concurso que inauguraram o Encontro organizado pela PASEC realizaram-se na Escola Secundária D. Sancho I, em Famalicão, e contaram com 10 equipas que apresentaram as suas ideias. 

"Dá-me o teu plano de combate 2018" foi o mote do evento, onde foi possível também pôr em prática ideias produzidas no projeto Erasmus+ Juventude em Ação "Method". A ideia é que, através dos atuais modelos de inclusão inteligente, surjam propostas para um novo modelo de formação baseado na Educação Não Formal, na Pedagogia Participativa e na Educação de Pares.

Na abertura do ANIMA 2018, Luís Alves, diretor da Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Ação, frisou a importância da PASEC e de iniciativas internacionais como este ANIMA 2018 para que sejam desenvolvidas bos práticas em projetos de protagonismo juvenil. Sara Gomes, presidente da PASEC, explicou que este evento vai chegar "a mais de 20 destinos, 3 países e terá mais de quatro mil participantes em todas as atividades, que vão desde espetáculos, conferências, ações de formação, exposições, concursos e intercâmbios internacionais".

O evento, centrado na apresentação daqueles que os jovens consideram ser os reais problemas das suas comunidades, contou ainda com a presença do Vereador da Educação do Município de Famalicão, Leonel Rocha, da Vereadora da Juventude do Município de Famalicão, Sofia Fernandes e do diretor regional do Norte do IPDJ, Vítor Dias.

O ANIMA 2018, a partir da mensagem “não tenhas medo do teu poder…”, pretende, na sua edição de 2018, demonstrar que é possível articular, numa mesma oferta educativa, um programa curricular que baseia a sua prática num modelo pedagógico assente nas sinergias entre a Educação Formal e Educação Não Formal, com a Pedagogia Participativa e Educação de Pares como pano de fundo, complementada por atividades de mobilidade, projetos de associativismo juvenil e voluntariado e em constante interação com o meio e com a comunidade. O evento passará, entre outros, por Terras do Bouro, Setúbal, Guimarães, Famalicão, Varese (Itália), Luxemburgo, Aydin (Turquia), Porto, Lisboa e ilhas de São Jorge e São Miguel. No total, serão mais de 50 eventos.