Saltar a navegação

Notícias

Parlamento aprova a criação do CES

O Parlamento Europeu (PE) aprovou esta terça-feira a criação do Corpo Europeu de Solidariedade (CES), um novo programa que inclui parcerias e projetos de voluntariado, projetos solidários, estágios e empregos. A ideia é permitir que jovens entre os 17 e os 30 anos participem nas atividades.

Na votação, realizada em Estrasburgo, 519 eurodeputados votaram a favor e 132 contra. Contaram-se 32 abstenções, formalizando-se assim a criação do regulamento do CES.

Com um orçamento de 375,6 milhões de euros para 2018-2020, o CES vai promover a solidariedade focada nos jovens através de atividades que incluem a proteção do ambiente, educação, saúde, integração de refugiados e a prevenção de catástrofes naturais.

O regulamento acordado entre o PE e o Conselho Europeu (Estados-membros) determina que 90% do apoio financeiro vai estar dedicado às colocações em ações de voluntariado e 10% às colocações em estágios e empregos.

A Comissão Europeia publicou no dia 10 de agosto um convite à apresentação de propostas de projetos no âmbito do Corpo Europeu de Solidariedade, com a maior parte das deadlines a terminar a 16 de outubro.

A primeira fase desta iniciativa, lançada em dezembro de 2016, atraiu o interesse de muitos jovens europeus. Em inícios do mês de agosto, tinham-se inscrito cerca de 72 mil jovens, dos quais mais de 4500 são portugueses, sendo Portugal o sexto país mais participativo, de acordo com dados da Comissão Europeia.

Portugal está também entre os países europeus que recebeu mais colocações, ocupando a quinta posição a nível europeu, depois da Itália, Roménia, Espanha e Polónia.

Para o Parlamento Europeu, segundo a relatora Helga Trüpel, "o Corpo Europeu de Solidariedade é um programa voluntário mais amplo para jovens na Europa. O programa reforça a solidariedade na Europa, abre novas perspectivas aos jovens e oferece apoio às comunidades da União Europeia. Estou feliz por estarmos dando este passo para fortalecer não apenas os jovens, mas também entre as pessoas e as regiões ".

Confere aqui a informação oficial.